terça-feira, 19 de junho de 2012

Postado por Milena Cid às 12:33 1 comentários
As coisas sempre têm um sentido e muitas vezes não conseguimos entender no primeiro instante. Hoje cedo, em torno de 5:30h da manhã eu acordei assustada, havia sonhado com alguém morrendo e não consegui perceber o que aquele sonho significava naquele momento. Prossegui sem conseguir dormir, fiz minhas tarefas normais, fui pra Forquilha fazer as intervenções do PIBID, porém, houve um imprevisto ao chegarmos lá, pois o horário das aulas havia mudado, e como só me restava esperar, me dirigi ai laboratório de multimeios, onde tive acesso a um computador, rapidamente abri meu twitter(@milecid) e me deparei com uma postagem de uma pessoa que admiro bastante, Bruno Gouveia, cantor do Biquíni Cavadão; Há poucos dias fez um ano que seu filho faleceu, e aquilo de alguma maneira estava presente em meu inconsciente, lembro-me que quando aconteceu me tocou bastante tudo que o Bruno vinha passando e algo que o influenciou a levantar a cabeça e prosseguir foi o apoio dos fãs que sempre estiveram de alguma forma, presentes em sua vida. 
Tudo tem um sentido, tudo tem um porquê! 
A morte ainda nos perturba porque é algo tão misterioso, não conseguimos imaginar para onde vão aquelas pessoas que fazem parte da nossa vida e que nunca mais poderemos abraçar, beijar, conversar... 
Que Deus abençoe a você e sua família. E que o “Biquíni” seja eterno, amém.
“Que melhor presente poderei dar a ele que não seja minha força? Que melhor alegria poderei dar que não seja minha serenidade? É o que busco fazer.”;


http://mimevoce.blogspot.com.br/2012/06/aniversario.html

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Long, long time...

Postado por Milena Cid às 12:31 0 comentários
Depois de um longo tempo sem escrever, estou voltando a esse mundo, onde estarei compartilhando algumas inquietações, angústias e alegrias.
Vale ressaltar que um dos motivos que me fizeram criar um blog novamente foi a mudança que aconteceu em minha vida no último mês(Maio/2012), tive que sair dos braços de minha família e ir morar em uma República em Sobral-Ce, com meninas que até então eu não conhecia, visto que finalmente consegui assumir a bolsa de extensão que tanto almejava (PIBID), então tudo isso ainda é muito novo pra mim, mas tenho certeza que de alguma forma me fará bem, pois a experiência e a maturidade que estou adquirindo morando fora de casa é extrema. 
Me sinto como uma rosa que está desabrochando para uma nova fase... 
"Aceitando que, bem ou mal, se morre um pouco todo dia.Não há eternidade no amor nem na vida.Efêmero devir humano, mera areia de ampulheta." 
 

Como uma rosa... Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review